Carregando Eventos
Tempo de Leitura: 6 minutos

O que faz a gestão inovadora de RH ser modelo de referência e ter resultados diferenciados?

Programas bem-sucedidos de diversidade, inclusão, bem-estar e ações estimuladas pela Alta Direção para que a equipe tenha consciência e comportamento de dono do negócio se fazem presente na realidade atual do

Partindo do ponto que o Employee Experience também é um dos pontos focais do RH, tanto na retenção como na atração de talentos, o que tem feito as pessoas mudarem de emprego? Como o RH tem inovado em um cenário de intensa digitalização?

Desde o início da pandemia, os nômades digitais ficaram mais em evidência. Dependendo do perfil do colaborador, a mudança do local de trabalho no home office pode ser extremamente produtiva.

No entanto, as empresas estão estimulando a adesão ao novo modelo? É viável estimular essa experiência? À medida que eles mudam de cidade temporariamente, isso se reflete na qualidade da entrega do trabalho?

Além disso, há que se considerar a crescente contratação de freelancers – especialmente em empresas de serviços, que dão suporte aos modelos de negócios digitais.

Estes são alguns dos temas em pauta, abordados a partir da exposição de experiências de empresas que têm feito muita diferença, conquistando seu espaço como referência em inovação de Recursos Humanos.

Público-alvo: Profissionais de Recursos Humanos, Recrutamento e Seleção, Atração e Retenção de Talentos, Diversidade e Inclusão, Gente, Desenvolvimento Humano e Organizacional, Treinamento e Desenvolvimento, Employer Branding, People Analytics e áreas correlatas.

O que faz a gestão inovadora de RH ser modelo de referência e ter resultados diferenciados?

Programas bem-sucedidos de diversidade, inclusão, bem-estar e ações estimuladas pela Alta Direção para que a equipe tenha consciência e comportamento de dono do negócio se fazem presente na realidade atual do

Partindo do ponto que o Employee Experience também é um dos pontos focais do RH, tanto na retenção como na atração de talentos, o que tem feito as pessoas mudarem de emprego? Como o RH tem inovado em um cenário de intensa digitalização?

Desde o início da pandemia, os nômades digitais ficaram mais em evidência. Dependendo do perfil do colaborador, a mudança do local de trabalho no home office pode ser extremamente produtiva.

No entanto, as empresas estão estimulando a adesão ao novo modelo? É viável estimular essa experiência? À medida que eles mudam de cidade temporariamente, isso se reflete na qualidade da entrega do trabalho?

Além disso, há que se considerar a crescente contratação de freelancers – especialmente em empresas de serviços, que dão suporte aos modelos de negócios digitais.

Estes são alguns dos temas em pauta, abordados a partir da exposição de experiências de empresas que têm feito muita diferença, conquistando seu espaço como referência em inovação de Recursos Humanos.

Público-alvo: Profissionais de Recursos Humanos, Recrutamento e Seleção, Atração e Retenção de Talentos, Diversidade e Inclusão, Gente, Desenvolvimento Humano e Organizacional, Treinamento e Desenvolvimento, Employer Branding, People Analytics e áreas correlatas.

FAÇA SUA MATRÍCULA